sexta-feira, 23 de setembro de 2016

olha, olá. vi-te agora a bater os bifes lá ao fundo, na cozinha, como se o destino da humanidade dependesse da carne macia e percebi que te quero em todas as vidas.

Sem comentários:

Enviar um comentário