quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Brinquedos


Podia ter crescido na Lagoa.
Podia ter atravessado os canais e provocar tromboses às gaivotas, podia ter atirado areia e chapinhado na água limpa.
Mas isso fica para ele, agora. Eu sigo-o de câmara na mão.















Riviera


Houvesse Riviera portuguesa, era na Arrábida. Na Praia dos Coelhos ou na Galapinhos, no Portinho ou na Figueirinha, são tantos os paraísos escondidos quanto aqueles que já deram terra à descoberta.
E mesmo quando conhecer aquelas descidas e subidas, aquelas águas baixas e rochas fundas, aqueles desertos tão bem povoados, prometo voltar.
Vezes sem conta.













Do Norte, com amor



De uma cena que podia ter saído da cabeça do Ruben Alves, os portuguesismos eram tão palpáveis quanto as toalhas aos quadrados.
Do vinho tinto ao machismo, do pão às gargalhadas, só faltou um caché milionário e o bacalhau cozido para que se estivesse perante um anúncio a uma qualquer marca de azeite.

No melhor sentido.